Utilizar saltos altos é algo que muitas mulheres utilizam a diário como símbolo de elegância, feminismo e sensualidade. Os sapatos de salto alto podem utilizar-se diariamente quando falamos de alguns ambientes laborais contudo, parece que não estamos conscientes dos perigos de utilizar saltos altos.

Utilizar saltos altos pode provocar desequilíbrios musculares e lesões

O facto de ser um hábito utilizar saltos altos pode provocar desequilíbrios musculares e lesões em diversas partes do corpo como por exemplo: tornozelos, bacia e joelhos. Seguidamente, será explicada a diferença entre a utilização de sapatos de salto alto e o calçado plano. Afinal quais são as lesões que se podem produzir e qual é o calçado recomendado pelos profissionais da saúde?  

O uso do tacão é algo normal e bem visto para a nossa sociedade contudo, cada vez mais as mulheres mais consciencializadas para os perigos de utilizar saltos altos começam a reduzir o seu uso para apenas ocasiões especiais. lesões por utilizar saltos altos

A podóloga e professora Mª Ángeles Serrano explica que utilizar sapatos de salto alto diariamente está a entrar em desuso em alguns ambientes laborais mais concretamente. As quedas, entorces eram situações cada vez mais habituais somando também as consequências negativas para a bacia e joelhos.

Riscos de utilizar saltos altos

O calçado com tacão não é um calçado fisiológico, ou seja, não permite realizar correctamente as fases da marcha pelo que, obriga a execução de diferentes estratégias para manter o controlo da postura e equilíbrio do corpo com a finalidade de readaptar a  deambulação de forma diferente ao que corresponderia uma marcha com um sapato fisiológico de sola rasa.

Mª Ángeles Serrano, podóloga e professora na Universidade de Extremadura.

Mª Ángeles Serrano, podóloga e professora na Universidade de Estremadura.

Tal e como explica a professora Maria Serrano, essas estratégias são diferentes em função da faixa etária. Uma mulher jovem e uma melhores maior de idade requerem ajustes no momento de forçar a bacia e os joelhos como demonstra o estudo de Hsue BJ, Su FC; 2009.

Em adolescentes, a utilização de tacões pode produzir problemas da colocação da cabeça, hiperlordose lombar, anteversão da bacia, etc., segundo o estudo de Silva AM, 2013.

Por outro lado, tem que ser preocupante a facilidade com que as menores de idade têm acesso aos sapatos de saltos altos. Esta situação aporta um risco para as menores que pode ter  repercussões negativas na formação da estrutura do pé.

Lesões e possíveis sequelas

 

Segundo a professora Mª Ángeles Serrano, os paciente podem sofrer várias sequelas a médio e largo prazo devido à utilização de saltos altos mas, umas das mais comuns é a metatarsalgia inflamatória devido ao aumento da pressão na zona do pé. A largo prazo as osteoartrites no joelho costumam formar-se devido à exteriorização do eixo de carga na extremidade inferior que passa pelo joelho e hallux abductus valgus ou outros factores como a estrutura do pé.

Quando podemos usar tacões e de que tipo?

Os profissionais sanitários recomendam a utilização ocasional de saltos altos e em situações nas quais não se deva permanecer muito tempo de pé ou em marcha.

O calçado correcto é aquele que tem a sola consistente e que não permita o aumento das cargas articulares nas articulações do pé, afirma Mª Ángeles Serrano