Os atacadores das sapatilhas de running têm um papel fundamental na forma como evitar lesões. Atar as sapatilhas de desporto de uma forma adequada pode prevenir não só uma lesão que nos incapacite de praticar actividade física como também, facilitar a nossa prestação como atletas. Em seguida, poderás ver o segredo para que finalmente possas atar bem os atacadores das tuas sapatilhas.   

Saber como atar bem os atacadores das sapatilhas para praticar desporto é muito importante para poder-se evitar algumas patologias como tendinites, patologias neuropáticas, unhas negras ou a instabilidade do tornozelo.

victor martinez rebollo

Víctor Martínez Rebollo, podólogo em Biomecánica Martínez

Víctor Martínez Rebollo, podólogo e triatleta de larga distância, proporcionou-nos algumas pautas para saber-mos como colocar os atacadores correctamente e conseguir que os nossos pés estejam mais cómodos tanto para treinar como para competir.

Em concreto, trata-se tanto de prevenir lesões como também de permitir-nos praticar running da melhor maneira possível segundo as patologias de que podemos vir a padecer nos pés.

 


como evitar tendinites
evitar lesões evitar unha negra instabilidade no tornozelo

 

 

A FORMA DO PÉ IMPORTA MUITO

Na hora de atar os atacadores, também tem que se ter em conta a forma do pé. Os nossos pés condicionam a tendência de ter uma lesão ou outra. Conhecer a nossa tipologia de pés é importante para determinar o tipo de nó que devemos utilizar para prevenir uma lesão.

Esta questão em concreto será abordada em futuros post’s. De momento, podemos contar uma curiosidade: os atacadores de uma sapatilha de running podem atar-se de mais de um bilião de maneira diferentes. Tal como nos explica Ian Fieggen, existem também guias de matemática para atar os atacadores. Acreditas?

Se gostaste deste artigo, talvez estes também te possam interessar: